Fluxo em rodoviárias do Sul de Minas deve aumentar 40% no fim do ano

Belo Horizonte e São Paulo são os destinos mais procurados no Sul de Minas (Foto: Reprodução EPTV)

O movimento nas rodoviárias deve aumentar mais de 40% nas maiores cidades do Sul de Minas neste fim de ano. Segundo previsão feita pela administração dos terminais rodoviários dos municípios, a expectativa é de que este aumento no fluxo comece a ser percebido a partir da próxima semana com a chegada do Natal.

Em Poços de Caldas (MG), a previsão é de que o movimento aumente cerca de 40% nas próximas duas semanas. Segundo a administração da rodoviária, a expectativa é de que sejam feitos cerca de mil embarques por dia. Os destinos mais procurados são Campinas, São Paulo, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto, Belo Horizonte e Juiz de Fora.

Em Varginha (MG), a expectativa de aumento no fluxo de passageiros também é de 40%. Os destinos mais procurados são as cidades do Circuito das Águas, São Paulo e Belo Horizonte.

Já em Pouso Alegre (MG), o aumento no movimento deve ser de 50%. Os destinos preferidos dos passageiros são Poços de Caldas, São Paulo, Belo Horizonte e cidades do Circuito das Águas.
Os terminais rodoviários destas três cidades vão disponibilizar carros extras a partir de segunda-feira (22). A administração dos terminais reforça a importância de comprar as passagens com antecedência para evitar possíveis transtornos.





Fonte:G1

Paraguaçu MG:Quadrilha explode caixas eletrônicos e usa carro furtado durante a fuga

Parte de agência ficou destruída com explosão de caixas eletrônicos (Foto: Devanir Gino / EPTV)

Dois caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal foram explodidos na madrugada desta quinta-feira (18) em Paraguaçu (MG). Segundo a Polícia Militar, uma quadrilha usou um veículo furtado em Elói Mendes (MG) durante o crime. Os criminosos conseguiram levar dinheiro, mas a quantia não foi informada.

Ninguém foi preso.

Conforme consta na ocorrência, a quadrilha armada invadiu a agência que fica na Praça Osvaldo Costa, no Centro, por volta das 3h e explodiu dois equipamentos. Primeiramente, a informação da polícia era que apenas um caixa eletrônico havia sido explodido.
Ao menos quatro pessoas participaram da ação. Os suspeitos fugiram levando duas gavetas com dinheiro em um carro furtado. Parte da agência ficou destruída com a explosão e várias cédulas ficaram espalhadas na rua.

A quantia levada não foi divulgada pelo banco. Ainda segundo a PM, o carro que eles utilizaram no crime foi encontrado pouco tempo depois na BR-491, entre Paraguaçu e Alfenas (MG). Apesar das buscas feitas pela PM, nenhum suspeito foi localizado ou preso até a publicação desta reportagem.

Esta foi a primeira vez que uma explosão a caixa eletrônico é registrada na cidade, de acordo com a polícia. O funcionamento da agência foi suspenso nesta quinta-feira.





Fonte: G1

Embaixada de Israel é alvo de disparos em Atenas

É Atenas, não Alfenas...

Atenas, 12 dez (EFE).- A embaixada de Israel em Atenas, capital da Grécia, foi alvo de um ataque com vários disparos, mas que não resultaram em vítimas, informou nesta sexta-feira a polícia local.

De acordo com as primeiras informações, o ataque aconteceu por volta das 3h locais (23h de Brasília da quinta-feira), quando quatro indivíduos em duas motocicletas dispararam, aparentemente com um ou dois fuzis AK-47, contra a fachada e as paredes do edifício.

Os agentes encontraram 54 cápsulas de projéteis e a área continua isolada devido às investigações, já que as câmeras de vigilância próximas da embaixada podem servir para identificar os autores.

Em comunicado, o Executivo afirmou que a cooperação bilateral "não será afetada" e se comprometeu a melhorar as medidas de segurança de "todas as missões diplomáticas na Grécia" e especialmente na embaixada de Israel, uma das que mais adotam medidas de segurança.

"O estado é contra aqueles que tentam, em um momento tão crítico para o país, desestabilizar a situação", afirmou o ministro de Ordem Pública, Vasilis Kililias, que visitou o local para se reunir com o embaixador israelense, Irit Ben-Aba.

Syriza, o principal partido da oposição, condenou o incidente e ressaltou que "atos inadmissíveis" como esse não contribuem para a "justa luta do povo palestino".

No ano passado, houve um ataque muito similar contra a residência do embaixador alemão em Atenas, que também não resultou em vítimas, e, dois meses depois, foi atribuído a uma organização armada chamada "Grupo de Lutadores Populares".




Fonte: Informações UOL

Mineiros são mais depressivos do que a média do país, diz IBGE

Estado tem 11,1% de incidência de casos, contra 7,6% da média no Brasil, mostra estudo

Pressão alta. Doença atinge 31,3 milhões de pessoas no país; número é maior entre os idosos

A população mineira sofre mais de depressão do que o restante do Brasil. Esse dado foi revelado pela Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), divulgado ontem pelo Ministério da Saúde. Enquanto a média brasileira é de 7,6%, em Minas, o número é de 11,1%. A pesquisa foi feita entre agosto de 2013 e fevereiro de 2014, e 63 mil pessoas foram entrevistadas.

A advogada Izabella, 29, está nas estatísticas de depressão. Ela foi diagnosticada há cerca de quatro meses e, desde então, está em tratamento. “Meu ex-namorado começou a ‘ficar’ com uma menina, e ela me mandava mensagens o tempo todo. Isso foi a gota d’água para vir à tona um problema que, depois, eu descobri que já tinha havia muito tempo”, conta. Ela diz que começou a ter vários sintomas: além de uma tristeza profunda, ela não sentia vontade de fazer nada, não queria sair de casa, chorava muito e se sentia irritada com muita frequência.

De acordo com o psiquiatra Maurício Lobo de Rezende, presidente da Associação Mineira de Psiquiatria, esses sintomas são o que diferencia a depressão de quadros de tristeza. “Para se diagnosticar a depressão, é preciso que haja irritabilidade, intolerância, nervosismo, desânimo, cansaço, perda da capacidade de sentir prazer, dores pelo corpo e, algumas vezes, tonteiras, insônia, esquecimento. A tristeza é um dos sintomas da depressão e, em alguns casos, ela pode nem estar presente”, explica.

A frequente confusão entre depressão e tristeza, aliás, é como Rezende explica os números da doença em Minas. “Em se tratando de depressão, entrevistas com respostas espontâneas dos participantes podem registrar sentimentos de tristeza como depressão. Isso pode causar confusão nos dados”, afirma ele, observando que os dados epidemiológicos do país apontam que a incidência de depressão, na verdade, costuma girar em torno de 20%.

Outras doenças. A PNS revelou também que 24% dos mineiros sofrem de hipertensão, contra 21,4% da média brasileira. Quando se trata de colesterol alto, o Estado tem 14,8% de casos – quando o Brasil tem média de 12,5%. A incidência de diabetes também se mostrou levemente superior aqui: 6,4%, contra 6,2% da média Brasil. Minas só ficou atrás nos problemas de coluna, em que tivemos média de 17,6%, enquanto o Brasil tem 18,5%.

Procedimento
Coleta para exames. A pesquisa de saúde divulgada ontem é a primeira em âmbito nacional a coletar amostras de sangue e de urina da população entrevistada, o que confere mais precisão aos resultados.

21,4% afirmam ter hipertensão
Rio de Janeiro. A hipertensão, importante fator de risco para doenças cardiovasculares, atinge um em cada cinco brasileiros – 31,3 milhões de pessoas relataram ter sido diagnosticadas com pressão alta. Deste total, 14,1% foram internados por complicações provocadas pela doença.
As mulheres foram mais diagnosticadas do que os homens, 24,2% delas ante 18,3% deles. A proporção de homens e mulheres que sofre de pressão alta é maior conforme aumenta a idade – a partir dos 65 anos, a enfermidade afeta mais da metade da população.

Muita gordura
Maus Hábitos. A pesquisa revelou ainda dados sobre o estilo de vida do brasileiro. 37,2% das pessoas de 18 anos ou mais de idade consomem carne ou frango com excesso de gordura no país, sendo a maioria na região Centro-Oeste (45,7%) e a minoria do Nordeste (29,7%). Deste total, quase a metade (47,2%) dos homens ingerem gordura nesses alimentos, contra 28,3% de mulheres.

Poucas frutas
Abaixo do ideal. O percentual de pessoas com 18 anos ou mais que consumiam a porção recomendada de hortaliças e frutas chegava a 37,3% – sendo a maioria mulher (39,4%), contra 34,8% de homens. A maioria com idade de 60 anos ou mais (40,1%). Outro dado é que as pessoas com menos instrução (33%) consomem menos desses alimentos que os graduados (45,9%).






Fonte:RAQUEL SODRÉ / O Tempo

Campanha de Natal busca padrinhos para presentear idosos em Poços de Caldas MG

Campanha presenteia idosos no Natal de lares em Poços de Caldas, MG (Foto: Marcelo Rodrigues / EPTV)

Uma campanha realizada por funcionários de um banco em Poços de Caldas (MG) leva mais alegria aos 'velhinhos' que vivem em asilos na cidade. Nesta época de Natal, cada idoso pode ser apadrinhado por funcionários ou pessoas que querem participar da campanha, que dão um presente de Natal para o 'velhinho' escolhido. As fotos de cada um ficam em um mural na agência, esperando para serem 'adotados'.

A campanha de Natal é realizada pelos funcionários do banco, mas além deles, os moradores da cidade também podem adotar um idoso para presentear. O importante é fazer a alegria deles, sem deixar ninguém de fora.

"Nós temos na agência uma lista de sugestões de presentes, que pode ser roupas, calçados, artigos de higiene pessoal, mas nada impede que a pessoa dê outro presente para o idoso. É gratificante entregar esses presentes, porque eles gostam da atenção, da visita", explica o gerente geral da agência, Cláudio Antônio de Faria Santos.

A iniciativa começou há 10 anos, e graças a campanhas como esta, mais de 200 pessoas que vivem em lares de idosos em Poços de Caldas receberão presentes neste Natal. "Todos ficam ansiosos, esperando com muito carinho esse dia especial, que é o Natal deles", conta a fisioterapeuta de um dos lares da cidade, Michelle Marques Braga. "Essa campanha de adoção é muito importante porque cada um pede aquilo que gostaria de ganhar mesmo, todo ano a gente passa uma lista e eles vão falando o que eles gostariam de ganhar, e quase sempre são presenteados por todos os amigos que adotam eles."

Em uma das instituições vivem 94 idosos e todos, é claro, esperam pelos presentes todos os anos. "Eu acho maravilhoso! É tão bom receber presentes", declara Gracinda Silva, de 90 anos, que espera a campanha todos os anos em um dos lares. Iracema Luiza Cordeiro, de 77 anos, completa. "A gente não cansa de agradecer todo o carinho que o pessoal faz pra gente. Então além de uma alegria de ganhar um presente, a alegria de ganhar uma visita. É muito importante isso."

Até esta terça-feira (9), 50 idosos já foram adotados e ainda dá tempo de participar da campanha. Os presentes devem ser entregues na agência central da Caixa Econômica Federal até o dia 18 de dezembro, no endereço Rua São Paulo, 100.






Fonte: G1

Neto pobre de Pelé joga no Guarani de Divinopolis MG

Octávio disse que encontrou o avô só uma vez e falou com ele por telefone em apenas uma outra

O nome foi uma homenagem ao avô paterno, mas Octávio Felinto Neto, de apenas 16 anos, chegou ao Guarani, de Divinópolis, para a disputa do Campeonato Mineiro, carregando o peso de ser neto do Rei do Futebol, Pelé.

O jovem jogador desembarcou há menos de uma semana no Bugre e, apesar do pouco tempo, é difícil o nome de Octávio não ser ligado ao ilustre parente, que conquistou três Copas pela seleção, vários títulos pelo Santos e se tornou o maior jogador de futebol de todos os tempos.

Filho de Sandra Regina Arantes do Nascimento Felinto, que foi reconhecida como filha de Pelé em 1996 depois de uma longa batalha na Justiça, pois o ex-atleta não quis reconhecê-la, Octávio disse que não guarda mágoas do avô por não reconhecer sua mãe, que já faleceu vítima de câncer de mama, em 2006, aos 42 anos.
“Ele teve seus motivos para agir assim e não me cabe julgá-lo. Ele tem uma história maravilhosa no futebol e me sinto feliz de ser seu parente”, disse o atacante, que se encontrou com o avô só uma vez.

“Tenho mais contato com a tia Lúcia (irmã de Pelé) e a minha bisavó Celeste (mãe de Pelé). Eu conversei com meu avô uma vez pessoalmente, em Curitiba. Ele foi receptivo. Perguntou se eu ou meu irmão (Gabriel) quem jogava melhor e me passou dicas”, declarou Octávio, que em outra oportunidade falou por telefone com o avô.

Octávio alimenta a esperança de um novo reencontro com o avô e torce pela recuperação do Rei do Futebol, que faz tratamento de uma insuficiência renal. “Graças a Deus ele está melhorando. Estou rezando todos os dias para que ele possa deixar logo o hospital e voltar para casa”, ressaltou.

Caseiro. Morando no alojamento do Guarani, no estádio Farião, Octávio disse que não é de sair e que prefere ficar em casa lendo livro, de preferência a Bíblia. O atacante destaca a importância da família em sua vida.

“Minha mãe sempre me dizia que o mais importante era estudar”, declarou o atacante, que, no ano que vem, vai cursar o segundo ano do ensino médio. “Quero ser jogador, mas sem deixar de estudar. Pretendo fazer educação física”, afirmou Octávio, que está ansioso para ter a chance como jogador profissional.
“Será uma grande chance disputar o Mineiro e quero fazer boas apresentações e gols. Meu sonho é defender a seleção brasileira”, disse o neto do Rei.



Fonte: Informações ANTÔNIO ANDERSON / O Tempo